Luiz Flávio Gomes – Deputado Federal por São Paulo

Minha

HISTÓRIA

Criador do movimento de combate a corrupção, “Quero um Brasil Ético”. Delegado de Polícia aos 21 anos, Promotor de Justiça aos 22 e Juiz de Direito aos 25, exerceu também a advocacia. Fundou a Rede LFG, democratizando o ensino jurídico no Brasil. Doutor em Direito Penal, jurista e professor. Publicou mais de 60 livros, sendo o seu mais recente “O Jogo Sujo da Corrupção”.

Foi comentarista do Jornal da Cultura. Escreve para sites, jornais e revistas sobre temas da atualidade, especialmente sobre questões sociais e políticas, e seus desdobramentos jurídicos. 

Em 2018 candidatou-se pela primeira vez com o objetivo de defender a Ética, a Justiça e a Cidadania. Eleito Deputado Federal por São Paulo – PSB com 86.433 votos.

Quem lê essa vitoriosa história pensa que é o relato de um privilegiado que teve uma vida fácil. É a história de um vencedor sim, mas vencer não foi nada fácil, a conquista foi alcançada por acreditar na força da educação e fazer de cada dificuldade mais um degrau para alcançar o sucesso.

Quer conhecer a história completa?

1966
Primeiro emprego
Aos 9 anos começa a trabalhar em um cartório de sua cidade natal Sud Mennucci.

1972
Lê seu primeiro livro
Com 15 anos lê seu primeiro livro “Casa Grande & Senzala”, de Gilberto Freyre
1978
Delegado de Polícia
Aos 21 anos inicia sua carreira como Delegado de Polícia
1980
Promotor de Justiça
Com 22 anos passa no concurso público e torna-se Promotor de Justiça
1983
Juiz de Direito
Aos 25 anos passa a exercer o cargo de magistrado por 15 anos
1989
Mestre em Direito Penal
Pela Faculdade de Direito da USP
2001
Doutor em Direito Penal
pela Universidade Complutense de Madri
2003
Funda a Rede de Ensino LFG
Pioneira na América Latina, a Rede LFG democratizou o ensino jurídico no Brasil
2008
Vende a Rede de Ensino LFG
Passando a dedicar-se ao estudo da corrupção nacional e internacionalmente
2016
Cria o movimento Quero Um Brasil Ético
Realiza várias manifestações públicas e eventos para chamar a atenção da corrupção de empresários e políticos

2018
Eleito Deputado Federal por São Paulo - PSB com 86.433 votos.
Candidatou-se pela primeira vez com o objetivo de defender a Ética, a Justiça e a Cidadania.

Propostas

O Professor Luiz Flávio Gomes pretende colocar em prática no Congresso Federal sua experiência jurídica e profissional na construção de um novo projeto de país, defendendo a Constituição, a Ética e Justiça. A luta pela ética e o combate a corrupção passam pelo ataque a impunidade das oligarquias que governam há décadas com a conivência de vários setores das instituições democráticas.

Melhorar a qualidade técnica das leis e combater a corrupção a partir do próprio parlamento é o objetivo desse mandato – 2019/2023. Não será fácil pois estamos falando de uma estrutura de poder absolutamente corrompida, daí a necessidade de uma efetiva democracia direta digital. Como Deputado Federal por São Paulo, apresento algumas das nossas propostas:

Educação

Nós defendemos o ensino integral em todos os níveis, custeados pela união. Queremos trabalhar no Congresso para a criação de um novo plano educacional construído em discussão com especialistas, professores e profissionais da educação. Precisamos de um plano específico para conter as altas taxas de evasão e reprovação, além de melhorar o desempenho dos alunos.

Reforma política e institucional

O século XIX foi o século do Poder Legislativo. O século XX foi do Poder Executivo. O século XXI tem que ser o século dos controles jurídicos feitos pelo Ministério Público, Magistratura, Controladorias, Tribunais de Contas, órgãos de fiscalização, inspetorias, agentes fiscais, auditorias, agências de controle etc.; todos concursados, com a devida independência. É chegado o momento de promover mais intensamente o processo de amadurecimento da nossa democracia. O aprimoramento institucional do Brasil necessita da eliminação das indicações políticas para todos os órgãos de controle dos poderes. Necessitamos de instituições fortalecidas. Nada prosperará, entretanto, sem ampla negociação, pois não se superarão interesses estabelecidos com facilidade.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL

1. Incentivo aos micro e pequenos empreendedores.

2. Políticas de atração de empresas e investidores.

3. Políticas públicas para a geração de emprego e renda.

4. Apresentar projetos de lei que fortaleçam o desenvolvimento econômico e social do Estado.

5. Apoio às iniciativas das entidades cooperativas

Segurança Pública

1. Revalorização do policial

2. Incremento dos serviços de inteligência

3. Polícia motivada e bem remunerada

4. Elaboração de uma lei orgânica nacional das polícias

Combate à Corrupção

A corrupção mata muita gente porque retira o dinheiro público que poderia ser aplicado na saúde, educação, segurança e Justiça, que tanto tem faltado em nosso país. Temos que implodir esse sistema político-empresarial corrupto para poder reconstruir o Brasil. Implodir para reconstruir. As operações de combate a corrupção estão cumprindo o papel quem lhes cabem, mas o arremate final da implosão está nas nossas mãos, com o voto faxina da cidadania vigilante.

Políticas públicas para as mulheres

A prevenção da violência contra a mulher e o arrefecimento da já existente exige que sejam realizados investimentos em uma educação para a igualdade, capaz de sensibilizar, envolver e cooptar a sociedade, dentre a qual se encontram os responsáveis pela execução de políticas públicas de enfrentamento da violência.

OUTRAS PROPOSTAS

1. Políticas públicas inclusivas.

2. Novo pacto federativo (justa distribuição das receitas entre Municípios, Estados, DF e União: mais Brasil e menos Brasília).

3. Prioridade absoluta de julgamento nos crimes contra a vida e contra o patrimônio público (corrupção ativa, passiva, peculato, lavagem de dinheiro etc.). Mais vale a certeza do castigo do que a edição de leis ineficazes.

4. Gestão participativa: você decide onde o valor das emendas devem ser investidos. Cada cidade escolhe on-line sobre a implementação de postos de saúde, creches, quadras esportivas, pavimentações de ruas, entre outros.

5. Executivo não pode vender patrimônio público por decreto, sem discussão com o Legislativo.

Blog

Familhismo, filhotismo, cordialismo: quando vão se civilizar as elites do poder?

O PSL, que já começa a sofrer as dores do crescimento, acaba de ser acusado de “candidaturas laranjas” (falsas) e o presidente do partido teria destinado dinheiro para a empresa de um filho. “Filho na folha” (folha de pagamento do Estado, claro). Essa é uma clássica forma de filhotismo, nepotismo, familhismo. O filho não entra...
Read More

O aventureiro e o trabalhador: vícios são do Estado e virtudes são do Mercado?

Na medida em que o Mercado (as elites econômicas e financeiras, que financiam as campanhas eleitorais e que contam com acesso ao governo) sequestrou grande parcela do Estado, tornou-se muito questionável a ideologia corrente no Brasil de que o Estado é o demônio aventureiro e o Mercado é o santo trabalhador. Vendo-se o genocídio ambiental...
Read More

Gilmar precisa ser investigado a fundo

Na República todos somos iguais perante a lei. Como morreu a aristocracia, todos podemos ser investigados. E se existe alguém nas elites do poder que deve sê-lo a fundo é Gilmar Mendes. Não pelos seus ataques à Lava Jato e aos seus operadores (“todos cretinos”, já disse várias vezes o ministro), mas pela frouxidão ética...
Read More

Redes

Sociais
    Contatos
    WhatsApp: (011) 99261-8720
    Email: falecomigo@luizflaviogomes.com
    Participe do nosso Grupo – D.D.D. Democracia Direta Digital: